Como aprender a tocar guitarra

Como aprender a tocar guitarra sem saber teoria musical

A guitarra, um instrumento com cordas dedilhadas, é facilmente aprendido sem um conhecimento profundo da teoria musical, visto que esta ferramenta de escrita musical relativamente difícil nem sempre é adequada para iniciar o guitarra.

Além disso, tablatura, que é uma notação específica para instrumentos com trastes, é mais adequada para o aprendizado, saiba mais aqui: Luthier Brasil.

Por que as notas não são essenciais?

A teoria da música, que permite a qualquer instrumentista ler as notas e interpretar uma partitura escrita por outro músico, é um grande trunfo no domínio da música. Mas não é necessariamente essencial para aprender a tocar guitarra.

Aqui estão alguns motivos:
A teoria musical mostra a nota a ser tocada, mas não a maneira de tocá-la. Porém, com a guitarra que possui 6 cordas, é possível encontrar a mesma nota, em vários lugares diferentes.

Isso dificulta a assimilação, pois é preciso levar em conta a nota anterior e a seguinte para fluir as sequências, principalmente porque a teoria musical não indica a técnica a ser utilizada.
Aprender teoria musical, que acaba sendo um trabalho de longo prazo, requer prática regular, e seu domínio pode levar tempo.

Tablatura: uma notação específica para violão e guitarra

Em vez de teoria musical, a tablatura, mais específica para instrumentos de traste, é uma técnica fácil de assimilar.
A tablatura, que é uma técnica de escrita baseada na configuração do braço da guitarra, é prática e simples de tocar guitarra, sem conhecer uma única nota de teoria musical.

Representa as 6 cordas do guitarra, codificadas de acordo com a afinação padrão. Cada linha da tablatura se refere a uma corda e cada número se refere a um traste. É que a tablatura permite tocar uma nota, um acorde, a escala e até o ritmo e os efeitos sonoros.

Explicação de tablatura

A tablatura contém todas as instruções de que você precisa para tocar guitarra: a nota, os acordes ou as escalas. Os diferentes símbolos indicam o ritmo ou a técnica de execução, mas para isso é preciso saber decifrar uma tablatura, é assim que funciona.

O interesse de compreender o princípio da tablatura

O diagrama da tablatura, que se assemelha ao de uma pauta tradicional de 5 linhas, contém 6 tablaturas que são análogas às 6 cordas do guitarra. Isso ocorre porque o princípio da tablatura é baseado nas cordas e trastes do braço do instrumento.

Cada linha se refere a uma corda, daí o interesse de um iniciante afinar seu guitarra de acordo com o acorde padrão. Cada número escrito na linha refere-se à caixa correspondente na alça. A tablatura, portanto, indica exatamente qual corda tocar e onde.
Como o 1 indica a primeira casa imediatamente após a pestana, o número 0 significa que você deve tocar a corda aberta, sem pressionar nenhuma das cordas.
Os números alinhados verticalmente e em várias linhas referem-se a várias notas que devem ser tocadas ao mesmo tempo.

Saiba como decifrar tablaturas para tocar diferentes tipos de música

Além de saber tocar as notas, o domínio do andamento e do ritmo também é essencial para interpretar corretamente uma partitura. Para isso, basta saber decifrar os símbolos de notação usados ​​nas tablaturas.

A tablatura, portanto, permite que você leia as notas, acordes, escalas, mas também o ritmo e também os efeitos. Para isso, as linhas são adicionadas abaixo do diagrama.

Os símbolos indicados entre as notas fornecem os diferentes tipos de efeitos, como martelo e pull-off, vibratos, slides, bends e muitos mais.

Método de guitarra simples

Aprender guitarra sozinho ou acompanhado por um professor exige perseverança e regularidade para que se possa adquirir experiência com a prática e ter um bom conhecimento das teorias. Não hesite em usar os diversos recursos que facilitam a aprendizagem.

A prática

Independentemente do método de aprendizagem escolhido, para aprender a tocar guitarra, o domínio do instrumento, bem como as várias técnicas relacionadas, continuam a ser uma base fundamental no método simples de guitarra.

A prática regular permite que você trabalhe os fundamentos da guitarra, pratique acordes e escalas e aprenda sobre arpejos.

Quer você trabalhe sozinho ou com a ajuda de um professor, você deve direcionar os módulos que permitem que você domine em particular:
• O básico da guitarra
Esses exercícios, muito importantes para um iniciante, primeiro mostram como segurar a guitarra e colocar os dedos nas trincas do braço, para obter um som correto. Segue naturalmente as várias dicas que mostram como puxar uma corda sem tocar na corda vizinha e muitas outras técnicas básicas.

• Os acordes
Aprender os acordes faz parte dos métodos simples de aprender guitarra, além de ter uma boa base e conhecimento do instrumento. Isso torna mais fácil aprender a ler diagramas de acordes e familiarizar-se com as posições básicas.

Este módulo de aprendizagem permite que você descubra acordes perfeitos e outros tipos de acordes, bem como sequências de acordes, a fim de promover a fluidez do jogo.

• Exercícios nas escalas
Para adquirir certa velocidade e regularidade, é necessário praticar as escalas com bastante frequência.

Este também é um passo importante no método fácil de aprender guitarra. Porém, é fácil de praticar se você tem um melhor conhecimento de escalas, esta lição teórica não deve ser negligenciada.

• Arpejos
Um dos pontos fortes da guitarra consiste na possibilidade de diversificar a forma de tocar as notas.

O arpejo, que é uma técnica de execução, a mais famosa das quais é a palhetada, consiste em tocar os acordes nota por nota, portanto requer um certo domínio do uso de todos os dedos, mas também um certo conhecimento dos acordes. Esta técnica, que agrada a muitos iniciantes, é adquirida com prática e perseverança.

Compreendendo as teorias

Embora a prática ocupe muito espaço no método simples de aprender a tocar guitarra, sozinho ou com a ajuda de um professor, o conhecimento teórico percorre um longo caminho para dominar este instrumento.

Mesmo que a teoria da música afaste um grande número de aprendizes de violonista, é preferível ter um mínimo de conhecimento para poder interpretar partituras com facilidade.

• Aprenda o básico da teoria musical
Muitos iniciantes se concentram na leitura de tablaturas, que é mais prática e mais adequada para guitarra e outros instrumentos com trastes.

Mas como a teoria da música é uma notação universal da música, ela permite que você amplie seu conhecimento do universo musical. É a única notação do ritmo reconhecido, portanto, necessária para decifrar o ritmo em uma partitura e reconhecer as medidas.

Também permite que você tenha uma certa credibilidade com outros instrumentistas.

• Compreensão das escalas
O conhecimento teórico das escalas permite-nos abordar melhor o lado prático, quando sabemos o que é quando falamos em particular da escala pentatónica, harmonia ou divisão de oitavas. Antes de embarcar nos exercícios de escala, gastar tempo aprendendo as escalas não será muito.

Na verdade, existem várias escalas que um bom guitarrista deve dominar, como a escala maior, a escala menor que é subdividida em 3 tipos. Somente uma boa base teórica torna possível diferenciar uma gama da outra e então praticá-la com total facilidade.

Um guitarrista habituado ao exercício das escalas saberá tocar qualquer tipo de música com destreza e improvisar.